Estátuas de argila

Publicado em

Quem viu algumas das fotos da obra civil que já postei deve ter percebido a lama que se forma enquanto a fundação do restaurante vem sendo implantada (aliás, da qual já estou bem protegida com minhas botas de borracha).

Não sei se fui muito ingênua a imaginar que a lama se formava pela abundância de água em algum lençol freático atingido pela perfuração, mas o aguaceiro é, em verdade, induzido. Para que as estacas possam penetrar os 10 metros de solo ditos necessários pelo calculista, muita água é derramada já que o terreno argiloso só cede aos esforços após diluído em muita água.

Claro que após essa fala me transportei para a minha infância. Puxa! Quantas vezes não me sujei ao tentar criar esculturas de argila; por quantas horas eu não trabalhei a argila fria em minhas mãos só pelo prazer de lambuzar tudo com água para recomeçar o trabalho escultural com um cem número de novas possibilidades de formas. E o aroma da terra molhada? E toda aquela argila impregnada embaixo das unhas? Mais lúdico impossível! Ainda que, no meu caso, o prazer caminhasse de mãos dadas com a frustração da não materialização perfeita dos objetos formados na minha cabeça (meu forte nunca foram as artes plásticas que eu tanto admiro).

Tais memórias me fizeram olhar com mais simpatia toda aquela sujeira no canteiro de obras e, principalmente, nas roupas dos operários, quase um pontada de inveja se a realidade adulta em certos pontos não se distanciasse tanto das brincadeiras infantis.

Pois é, porque essa realidade logo bate à porta, e quando a encaramos percebemos o inevitável: se estamos usando toda essa água na obra a conta deve vir bem salgada esse mês não? Vale lembrar que sem gastar qualquer insumo, com a casa totalmente fechada, a conta de água já somava aproximadamente R$ 54,00…

E diante dessa realidade nem adianta fazer a dança da chuva pra dividir a conta final com a natureza. Os engenheiros afirmam que operários não trabalham na chuva e por isso tenho sorte de estar nessa fase inicial numa época de secas.

Ahhh a infância… aposto que as crianças correriam felizes em direção à chuva com um cem números de brincadeiras possíveis em tanta lama!

2 opiniões sobre “Estátuas de argila

    Celebrate good times c’mon « MIMO Restaurante disse:
    04/08/2011 às 8:59 PM

    […] é que o barulho irá diminuir sensivelmente! Para mim e para os nossos operários, é que a lama também vai diminuir e o nosso cronograma caminhar! Já posso até ouvir a resposta de uma amiga […]

    MIMO Restaurante disse:
    05/08/2011 às 2:24 PM

    A preocupação com o valor da conta de água tinha fundamento. Eis que acaba de chegar a fatura do mês de julho/2011 e o valor soma R$ 1.601,28. Brincadeira cara esta, não?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s