Contando as calorias

Publicado em Atualizado em

Semana passada foi aprovada uma lei sobre o couvert como já falei aqui no blog. Pensando neste assunto lembrei de uma noticia que li quase um mês atrás sobre um restaurante londrino que passou a discriminar a quantidade de calorias de cada um de seus pratos no menu.

E não estou falando de um fast food estilo McDonalds que tenta convencer seus consumidores que sua comida não faz tão mal assim para a saúde. Não! É um restaurante de base culinária francesa, com uma estrela Michelin, e cuja filosofia é servir “vegecentric food” (como traduzir isto? comida de vegetais excêntricos, ou de vegetais trabalhados de forma excêntrica?!).

O fato é que o restaurante Gauthier optou, segundo consta em entrevista no jornal The Guardian, por indicar a quantidade de calorias de cada um dos seus pratos seguindo uma prática de alguns restaurante nova-iorquinos, com o mero intuito informativo (eu fiquei dois meses fazendo pesquisas em Nova Iorque e confesso não ter reparado na quantidade de calorias em nenhum menu dos restaurante que fui. Me parece que lá é lei para certos estabelecimentos informarem a quantidade de calorias dos alimentos vendidos, mas a lei não á aplicável a restaurantes “gourmets” ou “high end”).

Segundo o Chef Alexis Gauthier a ideia não é criar a imagem de restaurante que vende “comida saudável”, mas sim dar o máximo de informações possíveis aos seus clientes; por outro lado, como confessa, é claro que esta estratégia ajuda a desmistificar a crença que comida francesa é feita somente a base de muita, muita manteiga.

O Chef acredita ainda que em cinco anos, independentemente de legislação, os restaurantes irão adotar esta medida justamente por demanda dos clientes, principalmente por serem cada vez mais comuns doenças que exigem dietas restritivas de calorias.

Se isto é fato ou não, vamos ter que esperar para ver. Eu confesso que me parece estranha a informação em menu de um restaurante “gourmet”, me parece o último tipo de informação que eu quero quando vou escolher um prato neste tipo de restaurante, mas também não nego que não sofro de qualquer doença que restrinja meus hábitos alimentares.

De qualquer forma é bom deixar esta noticia longe dos parlamentares brasileiros, senão mais uma lei vem aí a regular o setor antes mesmo da sociedade demandar tal tipo de informação.

Você concorda com ele?

crédito da imagem: The Guardian

crédito da imagem: Gauthier Soho – London – http://gauthiersoho.co.uk/about.html

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s