Primavera, verão, outono, inverno. Ou não?

Publicado em

Uma das primeiras lições que me lembro da escola são as estações do ano. Mas eu achava esses conceitos tão ficcionais quanto Papai Noel. O meu aniversário é, por exemplo, na primavera, só que sempre fazia muito frio, ou então era um dia chuvoso e sem graça bem diferente das imagens floridas e ensolaradas dos livros.

Com o passar dos anos aprendi a entender melhor o clima de São Paulo e me esqueci dessa divisão segundo padrões climáticos determinados. Em tempos de aquecimento global, El Nino, La Nina e outros fenômenos naturais, as previsões do tempo só são mais confiáveis do que certos políticos que vivem estampando as capas dos jornais.

Todo paulistano que se preze tem às mãos um guarda-chuva e um casaco, pois as estações do ano por vezes aparecem todas em um único dia. E se o dia começou bem frio, não se esqueça de usar uma camisa apresentável por baixo de toda a roupa, principalmente se você tiver uma reunião de negócios ao meio-dia – você vai precisar dela.

Voltei a pensar sobre o assunto quando estava estudando o menu do meu restaurante. Nada mais lógico do que desenvolvê-lo de acordo com as estações do ano e, portanto, com o que a natureza nos oferece de melhor em cada período. Ainda, não há como negar que a temperatura afeta nossa fome e nosso paladar.

É bem comum no inverno nos depararmos com buffets de sopas. Só que o inverno (diga-se dias frios) tem sido intercalado com temperaturas que ultrapassam 30°C, quando sopa é o último prato que vou querer comer!

Como planejar a oferta de alimentos então? De acordo com a sazonalidade de ingredientes? Mas essa sazonalidade não é afetada pelas mesmas variações de temperatura que afetam nosso humor e nosso paladar?

Tudo bem. Usar sempre ingredientes frescos e em sua melhor performance é a meta da cozinha de um restaurante que preza a qualidade de seus pratos e, independentemente da estação, será objetivo de busca constante dos compradores do MIMO. Mas a partir do momento que o ingrediente está na cozinha tudo pode acontecer já que o clima vai desapontar a previsão do tempo e a sopa pensada de véspera pode ficar obsoleta no inverno paulistano de 32°C.

Vai ver que por essas e por outras o brasileiro tem fama de criativo. Ou mesmo daí que surge o jeitinho brasileiro. Não sei…

Só sei que não consegui até agora desenvolver um menu para cada estação do ano. E sei também que seria mais útil se as crianças aprendessem na escola mais sobre a realidade brasileira, nossa cultura e nossa agricultura, e parassem de desenhar bonecos de neve para representar o inverno!

 

Posso mudar a lição de casa dos meus sobrinhos?

 

crédito da imagem: http://www.eb1-aguas.rcts.pt/

Uma opinião sobre “Primavera, verão, outono, inverno. Ou não?

    Tá calor | MIMO disse:
    19/09/2012 às 12:42 PM

    […] de cardápios sazonais de acordo com a estação do ano. Inclusive já falei deste assunto aqui há mais de um ano (provavelmente em outro inverno que não foi […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s