E o “dia da falta de assunto” chegou (mas tem receita de pão)

Publicado em Atualizado em

Faz pouco mais de um mês que inaugurei este blog sobre minhas desventuras para abrir o MIMO Restaurante. Não tinha certeza se teria disciplina para escrever um post por dia como me prontifiquei, mas acima de tudo imaginava que não teria tanto assunto para dividir com vocês, pois o dia-a-dia é sempre muito mais monótono e cheio de rotina do que romanticamente sonhamos.

Mas como eu pensei nos planos B e C para quando eu me sentisse sem assunto, resolvi encarar esta tarefa. E chegou o dia de por um dos planos em ação. Vou ser sincera. Não que eu não tenha assunto, o que me falta é inspiração… Ou melhor, o que me falta é paciência para destrinchar assuntos densos quando meu dia foi difícil.

E foi difícil porque me perdi em planilhas cujas contas não fecham, até todo o trabalho sumir numa pane do computador. Depois perdi horas no trânsito visitando instalações diversas, seguindo o meu projeto de escolha de fornecedores. E nem depois de toda comida que ingeri agora à noite o ânimo melhorou.

Estou enrolando né? Pois bem, o Plano B era escrever sobre algum dos restaurantes que visitei no exterior quando estava fazendo minhas pesquisas; colocar um monte de fotos de pratos dos menus degustação, e voilà! Deixar vocês se divertindo com as imagens. Mas também deu preguiça de selecionar tanta foto.

O Plano C é dar uma receitinha pra vocês. OK, eu sei que hoje temos inúmeros livros, mais do que inúmeros blogs, vários programas de televisão e até alguns cadernos de jornais que bombardeiam vocês com receitas, então não queria ser mais uma a fazê-lo, principalmente porque nem sou cozinheira qualificada para tanto…

Mas isso é um Plano C, certo? Não dá para esperar muita criatividade. E se não é para ser criativo, e se é para desestressar do dia puxado, o que me vem à cabeça são pães.

Vou dar a receita do pão mais simples que faço, o primeiro que aprendi na escola de gastronomia e ao qual eu sempre volto quando preciso socar alguma coisa… exercício incrível para voltar a sorrir!

Ingredientes

Farinha de trigo: 100g (use uma boa… é a alma do pão)

Manteiga: 12g (manteiga mesmo, sai de perto com margarina e coisas afins… e nunca é demais repetir, use uma de boa qualidade! São tão poucos ingredientes para fazer um pão que pouco custa o investimento para não ter arrependimentos – aliás de onde vem a expressão “pão-duro”?  Caso queira um pão delícia, não vá sê-lo)

Sal: 2g (não consegue pesar 2g? Então multiplique a receita por dez e abasteça o seu freezer, ou presenteie a vizinhança)

Açúcar: 9g

Fermento biológico fresco: 5g (sabe qual é né? qualquer coisa pede pro padeiro da esquina)

Leite em pó: 3g

Água: entre 50-55ml (depende da umidade do ar, da temperatura)

Melhorador para pães: 1g (não é obrigatório – eu compro de vez em quando lá no Supermercado Santa Luzia, mas já faltou e não fez tanta diferença assim)

Manteiga para pincelar: 15g aprox.

Óleo para untar a forma

Modo de preparo:

Junte a farinha com a manteiga que tem que estar em temperatura ambiente para amolecer com o calor das suas mãos. Junte o fermento esfarelando-o e colocando um pouco da água para dar liga (não use toda a água ainda). Junte o açúcar e o sal. Vá sovando dando o ponto com a água restante. A ideia é que fique uma massa fofa que não gruda na mão. Sove bem, isso trabalha o glúten (e tira o seu stress). Mas cuidado para não esquecer da vida sovando a massa porque o atrito vai aquecer demais a massa e o fermento vai se empolgar de trabalhar antes do combinado (você entende o processo de fermentação? Não? Ahh dá um Google vai… Juro que um dia desses escrevo um post mais detalhado sobre pães – e até dou uma receita sem glúten para celíacos).

Você vai sovar a massa por uns 20 minutos provavelmente, ao menos que tenha músculos invejáveis nos braços – que saúde hein!

Bom, deixe descansar a massa por outros 20 minutos numa superfície untada com óleo e coberta com um filme plástico.

Divida em peças de uns 70g – na verdade aqui é super pessoal o tamanho do pão que você quer fazer – 70g vira um pão do tipo hamburguer.

Coloque na assadeira também untada com óleo (se você tiver silpat use ele, se você nem sabe o que é silpat, esquece, é frescura para esta receita).

Espere fermentar até dobrar de tamanho (arranja um lugar quentinho e aconchegante pros bichinhos vai…)

Asse a uns 180/200C por cerca de 15 minutos (isso depende do forno, o meu anda tão desregulado que queima tudo se eu sigo as receitas à risca)

Resfrie e… coma, distribua pros vizinhos, congele, sei lá…

Como eu não fiz o pão agora, não tenho fotos, então vou postar uma musiquinha para você cozinhar (se quiser mais músicas vá lá no post Música para Cozinhar)

Anúncios

3 opiniões sobre “E o “dia da falta de assunto” chegou (mas tem receita de pão)

    MIMO Restaurante disse:
    26/08/2011 às 12:48 AM

    Parece castigo né, só porque eu estava sem inspiração e paciência para escrever hoje, perdi mais de meia hora tentando por o vídeo do YouTube com a música escolhida para acompanhar a leitura, como já fiz em tantos outros posts, mas parece que hoje o WORDPRESS não quer ajudar… O vídeo não é anexado de jeito nenhum, o jeito é clicar no link mesmo…

    O pão nosso de cada dia « MIMO Restaurante disse:
    03/11/2011 às 9:09 PM

    […] que eu já dei uma receita básica de pão aqui, vocês devem imaginar que além de gostar de fazê-los eu amo comê-los. Não sou especialista no […]

    Atendendo a pedidos « MIMO Restaurante disse:
    31/08/2012 às 9:04 PM

    […] E o dia da falta de assunto chegou (mas tem receita de pão) […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s