Rio de Janeiro: quero dicas!

Publicado em

Podia começar dizendo que já faz muito tempo que não vou ao Rio de Janeiro a passeio e por isso mesmo estou desatualizada para decidir qual roteiro gastronômico quero seguir, só que isso é uma meia verdade já que estive lá no Carnaval. Mas Carnaval é uma exceção no funcionamento da Cidade, não?

Agora estou com viagem marcada para o fim do mês e, não sei quanto a vocês, mas eu sempre inicio decidindo quais restaurantes quero visitar para depois ver quais os passeios vou fazer.

O mais lógico seria escrever o post depois da viagem contando as minhas impressões dos lugares visitados, mas a questão toda é que quero dicas, então já me antecipei para vocês me ajudarem!

Provavelmente deixarei de fora jóias da gastronomia carioca, como é o caso do restaurante da Roberta Sudbrack; não por falta de vontade de ir mas por falta de tempo aliado ao fato de que as últimas três vezes em que fui à Cidade eu visitei o restaurante.

Então por onde começar? A primeira imagem que me veio à cabeça foi a da Confeitaria Colombo, a tradição da tradição. Como meu vôo chega bem cedinho penso em fazer o meu desjejum lá mesmo, com vista para a Praia de Copacabana. Hum, comecei bem!

Não quero fazer muito esforço para pensar nesse roteiro – até porque estou contando com as dicas que vou receber de vocês. Assim, os primeiros nomes que me vêm a cabeça são logos listados, sem muito critério.

E eu simplesmente não consigo pensar em RJ + gastronomia + restaurantes sem lembrar do Claude Troisgros (e olha que eu nem assito a GNT!). Pronto! Foi pra lista o Olympe que está naquela classificação do “nunca fui, sempre quis ir” e o CT Boucherie que, imagino, vai acalmar meus nervos carnívoros!

Outra coisa que sempre penso quando imagino o Rio é a Dias Ferreira no Leblon. De lá posso incluir o Celeiro e o Quadrucci, não? OK, a pergunta real é: mesmo sendo roteiro de celebs da TV Globo e afins a comida ainda vale o passeio?

Bem que eu queria sair desse circuito Leblon, mas aí lembrei do Venga e a vontade da sangria me fez incluí-lo na lista. Estão vendo porque preciso de dicas? Não estou sendo nada original. E pra ajudar vou ficar hospedada no Recreio dos Bandeirantes. Alguém faz idéia do que posso incluir na minha lista que não me faça atravessar a Cidade para qualquer refeição?

E os botecos? Bom nesse caso não vou nem me arriscar. A discussão de quais seriam os melhores do Rio é pior que discussão sobre times de futebol. Não palpito neste quesito, sigo o fluxo e depois conto onde fui parar.

Mas para finalizar tenho que pensar em docinhos, e neste caso já tenho um palpite: pûs na lista o Colher de Pau que dizem ter o melhor brigadeiro carioca. OK, bem que tentei, mas voltei para o Leblon…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s