Sentando à mesa entre o branco e o off-white

Publicado em

Mais uma definição para o nosso MIMO. O modelo das mesas!

Após muitas visitas a fábricas e showrooms; muita negociação e discussão do melhor material para a finalidade; dois protótipos mais tarde; cheguei no que sonhava.

Vou explicar o porquê este item demandou mais energia do que se imagina necessário.

Fato é que existem muitas boas fábricas de móveis por aí, muitas opções para restaurantes também, preços e modelos para os diversos públicos, mas eu não facilitei. Parti de um princípio que complicava um pouco e restringia as opções. Minhas mesas deviam ser brancas, branquinhas mesmo, ou no máximo off-white (seu pantone contempla essa cor?).

E aí? As 98% de opções em madeira estão fora ou vamos pintar a madeira? Pintar como?

Uma pintura mais comum poderia deixar rústico o móvel, pátina estava fora de cogitação, pintura epóxi não funcionou… Laca? Lindo! Adoro! Mas minha casa tem muitos móveis assim e sei que depois de um tempo temos lascas na laca porque laca lasca.

Bom vamos revestir então. OK, MDF + formica. Existem muitos tipos hoje em dia, mas não me convenci (ou seria melhor dizer não me apaixonei?), tudo me fazia lembrar mesa de lanchonete.

Pedras? Mármore, Marmoglass, Silestone e afins. Lindos e caros. Graças a Deus (para quem acredita) e à ciência (para quem duvida) caro não é o único problema, a questão incômoda é o toque gelado. Não traz conforto, né? Me lembra de novo fast food, ou cafés.

Soluções modernas como o corian? Hum, por que não? E vamos ao primeiro protótipo (a mesa fosca das fotos abaixo). Gostei da aparência. Derramei vinho e tive que sair correndo para limpar, o troço chupa e mancha que é uma beleza. E não é só. O toque ainda é gelado – não tanto quanto o das pedras, mas ainda não confortável o suficiente.

Resina de poliéster. OK, depois de uma explicação quase científica do produto mandei fazer mais um protótipo que, pasmem, ficou com a mesma aparência de meus móveis de laca. Amei, ponto final. Ou quase. O custo não é tão convidativo, mas vamos lá, agora é só por as técnicas de negociação pra funcionar, não?

E o brilho? Vê nas fotos abaixo? Ah! Tem mais. Juro que vocês vão poder derrubar vinho sem qualquer remorso.

 


Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s