Mulheres

Publicado em Atualizado em

Eu titubeei para escrever este post afinal muitos e muitos textos devem sair hoje publicados homenageando, congratulando,endeusando as mulheres. Muitas delas vão receber rosas de seus colegas de trabalho ou no restaurante que frequentam, e outras muitas serão devidamente felicitadas pelos seus companheiros de vida. Então o que eu poderia agregar? De fato nada, mas eu sou mulher e me sinto compelida a manifestar aqui minha gratidão por outras mulheres que bem diferente de mim sofreram e lutaram para garantir seu lugar ao sol.

A data tem razão histórica de ser e isso já basta para a comemoração. Se o comércio se aproveita para capitalizar em cima disso, paciência, a meu ver não diminui a importância simbólica do dia e as reflexões, que mesmo rasas ou momentâneas, dele são consequentes.

Eu sou uma mulher de sorte. Não tenho sofrido discriminação, não creio que meu salário nunca tenha sido menor dos de homens com a mesma função minha. Nunca sofri violência doméstica e se hoje gosto de “pilotar um fogão” é por mera predileção e não imposição. Talvez tenha tido uma ou outra ocasião em que tive que falar mais “grosso” numa reunião para impor o devido respeito, mas foram exceções e não a regra, e sempre sai satisfeita pois pude rapidamente provar meu valor independente de uma suposta fragilidade física.

Apesar de minha história ser positiva, fato é que ainda hoje tais condições não são uma verdade para todas as mulheres. Não vou levantar aqui a bandeira da total igualdade entre homens e mulheres, pois não somos iguais. E pós movimento feminista muitas mulheres hoje tentam recuperar parte de sua feminilidade perdida… O que se defende – e seria absurdo pensar diferente – é a igualdade de oportunidades, o respeito pelas diferenças e o fim de discriminações baseadas em preconceitos, em estereótipos. Deve-se aplicar um princípio tão básico já defendido por Aristóteles: “Devemos tratar igualmente os iguais e desigualmente os desiguais, na medida de sua desigualdade”.

Parabéns sim às mulheres. Especial louvor às pioneiras, às inconformadas, às inquietas e lutadoras. E parabéns à minha mãe, cuja vida não foi pautada na mesma sorte nem na mesma igualdade de oportunidades que a minha e nem por isso deixou de construir uma linda história.

Mamãe Mimo

5 opiniões sobre “Mulheres

    elaine disse:
    08/03/2012 às 1:35 PM

    lindo!

    Marina disse:
    08/03/2012 às 2:42 PM

    Uau!!! Adorei!
    E que homenagem!! Emocionei…rs..

    Guigo disse:
    09/03/2012 às 5:10 PM

    Adorei o texto….viva a mimo e a mamãe mimo 😀

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s