Decoração

Sentando seus males espanta

Publicado em Atualizado em

Teve tempo, aliás um longo tempo, em que não era possível sentar no MIMO.

Parece uma coisa boba de se pensar mas o fato é que eu passava horas e mais horas na obra e não tinha uma singela cadeira. Quando batia o cansaço eu sentava no muro, numa pedra, ou no chão mesmo. Não preciso dizer que minhas calças estavam sempre esbranquiçadas de pó, quando não manchadas de lama.

Algumas profissões requerem que a pessoa esteja em pé a maior parte das horas úteis. Não a minha, ou a minha ex-profissão de advogada por assim dizer. Então a ausência de uma cadeira me trouxe dores na lombar e nas batatas das pernas, até que resolvi usar as meias SIGVARIS (uma meia calça concorrente da mais conhecida KENDALL).

O desconforto inicial passa depois de algumas semanas. O embaraço diante do marido/namorado não passa nunca.

Mas quem viu o passeio do São Lourenço pela obra já percebeu que o escritório está montado há algumas semanas e cadeira agora não falta. Mesmo assim a minha alegria era contagiante hoje quando os marceneiros começaram a montar os sofás que irão atender boa parte das mesas.

Até porque me economizará uma parte do discurso de apresentação da obra para os que aqui visitam: tá vendo esta base em alvenaria? aí serão montados os sofás onde estarão mesas de 70x70cm enfileiradas à frente…

Procurando a melhor cadeira.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Se bem que a playlist daqui às vezes anima a dar um voltinha um pouco mais longa por aí.

 

Anúncios

Ficha técnica

Publicado em Atualizado em

A obra do MIMO está quase chegando em seu termo final e acho que já está na hora de eu dividir com vocês a ficha técnica desse empreendimento.

Ainda vou contar muitos detalhes dessa construção, mas fato é que esse blog começou com o intuito de relatar o nascimento de uma empresa e não somente de uma edificação, assim quero logo voltar a minha atenção ao negócio e já sinto necessidade de passar a régua em alguns assuntos.

Por isso optei por fazer esta ficha técnica de tudo o que foi contratado, construído, elaborado até então, aproveitando para organizar um pouco meus pensamentos sobre o que há por vir.

Muitos, mas muitos comentários cabem sobre cada contratação, quais eu faria de novo e quais não; quais fornecedores me trouxeram dor de cabeça e quais solucionaram os problemas. Por ora vou poupá-los dos comentários para não tornar este post um capítulo interminável.

Se você não está pensando em construir ou reformar pode pular para o fim do post. Caso contrário leia abaixo, mas repito: muitos dos fornecedores eu NÃO CONTRATARIA DE NOVO!

Então, se precisar de indicação, me mande um email antes perguntando minha opinião sobre cada qual, OK?

Projeto Arquitetônico: Triplo R Arquitetura

Projeto de Cozinha: Estillo Arquitetura

Projeto Estrutural: Praxis Engenharia

Projeto de Elétrica e Hidráulica: Ramoska & Castellani

Projeto de Ar Condicionado e Exaustão: MPM Ar Condicionado

Gerenciamento dos Projetos: MAJER Engenharia

Despachante de Projetos: Kensetsu Consultoria e Projetos

Construção Civil: MAJER Engenharia

Arquitetura: Triplo R Arquitetura e Fabiano P. do Amaral

Estruturas Metálicas: Lenz do Brasil

Execução do Sistema de Exaustão: Tuboar Coifas

Câmara Fria: Confriar Câmaras Frigoríficas

Cozinha (Bancadas, Refrigeração): ABC Cook

Equipamentos de Cozinha: Smart Cozinhas (Rational, Everest, Hobart, Filizola)

Geradores: S&S Comércio de Geradores

Monta-cargas: Zenit Elevadores

Seladora a vácuo: Protervac

Luminárias das áreas técnicas: Projeluz Iluminação

Filtros de água: Europa e Begel

Caixas d’água: Aqualimp

Louças, Metais e Materiais de Obra Diversos: C&C e Telhanorte

Ar Condicionado: Uptec (contrato rescindido) e Ar7 Climatização

Vidros e Espelhos: Lamitemper

Portas de madeira: Supermad Wood Center

Esquadrias e Portas Metálicas: SC Esquadrias

Forros de Gesso, Knauf e PVC: A. Visentim

Pisos e Revestimentos: Zaro Revestimentos

Marmoraria: Marmoraria Itaguaçu

Adegas: Art des Caves

Marcenaria: Marcenaria GS e LAARC Arquitetura

Estofados: Aconfortex Cortinas e Estofados

Móveis Escritório: Movesq Móveis para Escritório

Mesas do Salão: Indrigo Móveis e Alucast

Cadeiras: CLAMI Design, Brentwood e OPPA

Consultoria Operacional: Mesa III

Identidade Visual: Texto & Design

Site: João Bill

Sistema de Informática: ALTEC Sistemas

Hardwares e Redes: Idem Informática

Sistema de Som: Empreiteiro Elias

Alarmes e Câmeras de Segurança: Porto Seguro Seguros

Contabilidade: Starmaster

Seguradora: Liberty Seguros

Vigilância e Segurança: Monaco Vigilância

A contratar: Luminárias das áreas sociais, sistema de telefonia, paisagismo, horta, móveis decorativos, Pinturas, utensílios de cozinha, limpeza geral, toldos (esqueci algo? provável…)

Se todos tivessem bem funcionado talvez eu não tivesse chorado tanto as pitangas aqui, mas o fato é que falta pouco agora, certo? A maior lição que tive é a importância e a diferença de um bom gestor de obra, coisa que não tive…

8 meses

Publicado em Atualizado em

Hoje é dia de acender velas! Completo 8 meses de obra. Bem que gostaria de postar fotos para mostrar o status quo para vocês, mas não fui e nem vou à obra. Culpa da febre e da dor de garganta que me impedem de pedalar até lá no dia do rodízio.

O que posso fazer é contar que já estou comprando alguns e terminando a negociação de todos os outros revestimentos: pisos e paredes; além de toda a marmoraria: pias de banheiros e balcão do bar.

Querem saber o que está sendo comprado? Vamos lá:

Piso Drenante Braston, para a área de espera.

Piso Castelatto Paris 1×1 branco, para o salão.

Piso Gail linha Kitchen Kera Floor, para o bar e a cozinha.

Piso Castelatto Madeyra Vecchia, para a horta.

Piso e Paredes: Porcelanato Broadway Lime, para os banheiros.

Paredes: Pastilhas Vidro Real, para os banheiros.

Pias de Marmol, para os banheiros e lavatório.

Marmoglass para o balcão do bar.

 

E só pra comemorar que o ECAD reviu seu absurdo posicionamento sobre blogs que postam links do YouTube, vou indicar as músicas que me embalam enquanto escrevo o post de hoje.

 

 

Sentando à mesa entre o branco e o off-white

Publicado em

Mais uma definição para o nosso MIMO. O modelo das mesas!

Após muitas visitas a fábricas e showrooms; muita negociação e discussão do melhor material para a finalidade; dois protótipos mais tarde; cheguei no que sonhava.

Vou explicar o porquê este item demandou mais energia do que se imagina necessário.

Fato é que existem muitas boas fábricas de móveis por aí, muitas opções para restaurantes também, preços e modelos para os diversos públicos, mas eu não facilitei. Parti de um princípio que complicava um pouco e restringia as opções. Minhas mesas deviam ser brancas, branquinhas mesmo, ou no máximo off-white (seu pantone contempla essa cor?).

E aí? As 98% de opções em madeira estão fora ou vamos pintar a madeira? Pintar como?

Uma pintura mais comum poderia deixar rústico o móvel, pátina estava fora de cogitação, pintura epóxi não funcionou… Laca? Lindo! Adoro! Mas minha casa tem muitos móveis assim e sei que depois de um tempo temos lascas na laca porque laca lasca.

Bom vamos revestir então. OK, MDF + formica. Existem muitos tipos hoje em dia, mas não me convenci (ou seria melhor dizer não me apaixonei?), tudo me fazia lembrar mesa de lanchonete.

Pedras? Mármore, Marmoglass, Silestone e afins. Lindos e caros. Graças a Deus (para quem acredita) e à ciência (para quem duvida) caro não é o único problema, a questão incômoda é o toque gelado. Não traz conforto, né? Me lembra de novo fast food, ou cafés.

Soluções modernas como o corian? Hum, por que não? E vamos ao primeiro protótipo (a mesa fosca das fotos abaixo). Gostei da aparência. Derramei vinho e tive que sair correndo para limpar, o troço chupa e mancha que é uma beleza. E não é só. O toque ainda é gelado – não tanto quanto o das pedras, mas ainda não confortável o suficiente.

Resina de poliéster. OK, depois de uma explicação quase científica do produto mandei fazer mais um protótipo que, pasmem, ficou com a mesma aparência de meus móveis de laca. Amei, ponto final. Ou quase. O custo não é tão convidativo, mas vamos lá, agora é só por as técnicas de negociação pra funcionar, não?

E o brilho? Vê nas fotos abaixo? Ah! Tem mais. Juro que vocês vão poder derrubar vinho sem qualquer remorso.

 


Fotografia

Publicado em

Eu sou apaixonada por fotografia (por apreciá-las, não tirá-las). Tanto que decidi que todos os quadros do restaurante vão ser fotos. Fotos urbanas para combinar com o clima que eu pretendo dar à decoração.

E eis que dia desse me deparei com o site do Ballerina Project e quase morri.  Muitas das coisas que eu amo reunidas: fotografia + ballet (dancei balllet clássico minha infância e adolescência inteiras e hoje continuo dançando Flamenco) + Nova Iorque e Boston.

Não demorei muito e já comprei uma foto para o MIMO.

Esta será pendurada na porta do banheiro feminino. Gostaram?

Agora aceito indicações de fotos para o banheiro masculino, OK?