Restaurante Tordesilhas

Julia Child

Publicado em

Hoje a Julia Child estaria comemorando 99 anos caso não tivesse falecido aos 91, em 2004. Eu confesso que apesar de já ter ouvido o seu nome, pouco sabia de sua história até a febre do livro (e depois do filme) Julie & Julia. Por mais que agora já tenha lido o livro e visto o filme, ainda não sei qual a real extensão de sua influência na cena gastronômica norte-americana. E isso se estende a quase todas as personalidades que fazem sua fama pela TV, pelo simples fato de eu não assistir televisão.

Sei que existem hoje muitos programas na televisão que ensinam a cozinhar, dão receitas, são viagens pelo mundo em busca de comidas inusitadas ou bizarras, são competições entre cozinheiros e Chefs e tudo o mais que a criatividade midiática possa produzir. E eu não assisto nenhum deles. Claro que não me orgulho disso. Não prego nenhuma doutrina radical contra a TV, nem me acho superior por não sucumbir às telinhas. Pelo contrário, acho que toda forma de cultura, seja de massa ou popular, é válida, e sei que existem muitos bons programas instrutivos e culturais na televisão que gostaria de ter a disciplina de assistir.

Mas se por um lado não sigo a programação da televisão, por outro fato é que sou fanática por livros e DVDs e, para minha sorte, hoje quase todos os programas têm a sua versão box livro + DVD (se não, ainda me resta o YouTube para ver alguns trechinhos daquele programa comentadíssimo…).

Estou falando tudo isso porque fiquei pensando se temos a nossa versão brasileira da Julia Child. Será que alguém com um pouco mais de cultura televisiva e gastronômica sabe me responder isso?

Eu realmente não sei a resposta, mas um nome me veio a cabeça ao pensar: o da Chef Mara Salles do Restaurante Tordesilhas. Por favor, não me massacrem porque isto não é uma comparação! A Chef Mara (pelo menos até onde eu sei) não é uma personalidade televisiva. Pelo contrário, é daquelas mulheres que fazem seu trabalho no bastidor da cozinha, sua fama se espalhou pelo resultado de seu trabalho tal como provado por seus clientes em seu restaurante. Ela encarna a profissão não pelo glamour ou pela vaidade, mas sim pelo amor, amor à cozinha e amor aos ingredientes brasileiros.

Se eu cito o nome dela neste momento é porque sempre que eu tento pensar em algo genuinamente brasileiro no cenário da gastronomia, o nome dela e de seu restaurante são os primeiros que me vêm à mente.

O que é ótimo é que hoje já temos vários outros restaurantes com a proposta de saudar a culinária brasileira e elevá-la a um padrão de alta qualidade. Mesmo o estrelado D.O.M. tem esta filosofia e ficou tão famoso por explorar de forma brilhantemente contemporânea nossos ingredientes brasileiros.

Se você não foi ainda, vá lá:

Restaurante Tordesilhas

Rua Bela Cintra, 465, Bela Vista, São Paulo. Fone (11) 3107-7444

D.O.M.

Rua Barão de Capanema, 549, Jardins, São Paulo. Fone (11) 3088-0761

 

E quanto à Julia Child, a original, e a culinária francesa com sotaque norte-americano, me resta sempre o YouTube: